Google Website Translator

domingo, 18 de abril de 2010

Alguns recordes de aviação

Avião mais alto

Dois modelos dividem esse título. O A380, da Airbus, e o avião de carga Hughes H-4 (foto abaixo), ambos com 24,1 metros de altura. O A380 é o maior avião de passageiros, com seus dois andares, 73 metros de comprimento e 80 metros de envergadura (asa a asa). A aeronave, que fez seu voo inaugural em abril de 2005, comporta 850 passageiros.

Maior envergadura (asa a asa)
O Hughes H-4 também é o detentor desse título, com 97,5 metros. O modelo foi desenvolvido por Howard Hughes, que foi interpretado por Leonardo DiCapriono filme "O Aviador"(2004). Em segundo lugar vem o russo Antonov AN-225, com 88,4 metros.

Maior avião cargueiro
É o Antonov AN-225 (foto abaixo), conhecido como Mriya ("sonho", em russo). Ele consegue transportar 250 toneladas de carga por 4.500 quilômetros, e é o avião mais longo já produzido, com 84 metros.
Menor avião
Construído em 1988, o Bumble Bee (foto abaixo) voou apenas 3 vezes. Foi o suficiente para se tornar o menor avião do mundo, com seu 1,7 metro de envergadura e 2,46 metros de comprimento.
Mais rápido
Dois aviões aparecem nessa categoria. Quem leva entre as aeronaves de passageiros é o Tupolev 144, que antes mesmo do famoso Concorde ser lançado, já havia alcançado uma velocidade de 2.550 km/h. Mas o vencedor absoluto do quesito é o "quase foguete" X-15A2. Fabricado pela NASA em 1967, conseguiu voar a 7.115 km/h.

Mais caro
Quem detém o posto é o bombardeiro B-2 Spirit. O avião custa 2 bilhões de dólares.

Mais econômico
O norte-americano Burt Rutan construiu o Voyager (foto abaixo), que em 1986 foi usado por Dick Rutan e Jeana Yeager para dar a volta ao mundo em apenas 9 dias.
Primeiro a álcool
O EMB 202 Ipanema, idealizado no Brasil, foi lançado em 2002 pela Embraer. Trata-se de um monoplano dotado de um propulsor movido à álcool.

Primeiro com banheiro
O primeiro avião com banheiro foi o russo Russky Vitiaz (foto abaixo), projetado por Igor Sikorski e testado em 13 de maio de 1913.
Primeiro brasileiro a cruzar o Oceano Atlântico
O brasileiro João Ribeiro de Barros abandonou a faculdade de direito para praticar a aviação, sua verdadeira paixão. Em 1926 João foi até Gênova, na Itália, para "buscar" um avião hidromotor Savoia Marchetti S55, batizado mais tarde como Jahu. A viagem levou 12 horas e terminou em Fernando de Noronha, em Pernambuco. O Jahu existe até hoje e é o único de seu modelo que ainda está inteiro.

Fonte: Site "O Guia dos Curiosos"

3 comentários:

  1. Adorei!
    Estou à procura deste hidromotor e levar os alunos da minha escola para conhecê-lo! É que neste ano estaremos comemorando 30 anos de fundação da nossa escola que tem o nome do Coronel João Negrão, o co-piloto do Jahú!
    Onde está o Jahú? No Campo de Marte????
    Agradeço um contato.

    ResponderExcluir
  2. Noely, é fácil visitar o Jahú: ele está perfeitamente restaurado e preservado no Museu da TAM, no Aeroporto de São Carlos. O Museu, como um todo, é imperdível. Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  3. na área da aeronáutica e na área espacial os russos são imbátiveis !

    ResponderExcluir

Gostou do artigo??? Detestou? Dê a sua opinião sobre o mesmo.