Google Website Translator

sábado, 27 de junho de 2009

A Padroeira dos Aviadores: Nossa Senhora de Loreto

Em 24 de março de 1920, o Papa Bento XV proclamou Nossa Senhora de Loreto como a santa padroeira dos aviadores. Vamos então saber porque:

A história do famoso Santuário de Loreto começa com uma inesperada viagem aérea, no ano de 1291. As Cruzadas haviam terminado e os católicos acabavam de perder o último baluarte que possuíam na Terra Santa.

Os fiéis da verdadeira religião de Nosso Senhor Jesus Cristo, conhecedores das profanações cometidas pela barbárie dos muçulmanos, tremiam ao pensar que a Santa Casa de Nazaré, onde a Sagrada Família vivera tantos anos, cairia em mãos indignas. Como protegê-la?


Nosso Senhor, que na Sua paixão permitiu que O crucificassem, entretanto não permitira que Nossa Senhora fosse sequer tocada. Em Sua infinita sabedoria, consentiu que algo semelhante a sua crucifixão acontecesse naquele triste findar do século XIII: que o Santo Sepulcro fosse conquistado, impedindo contudo que a Santa Casa fosse atingida.


E para espanto dos habitantes da Palestina, a Casa elevou-se pelos ares, sendo transportada por invisíveis mãos de Anjos, rumo ao mar Mediterrâneo.


Se foi grande a surpresa dos que observaram a partida, muito maior foi o pasmo dos que presenciaram a chegada.


Na cidadezinha de Tersatz, situada na Dalmácia (costa croata do Mar Adriático), jamais se vira coisa semelhante. Além disso, a aparição foi corroborada pelo primeiro milagre: o vigário do local, que estava doente há três anos, de cama, corria agora por todas partes, comunicando que Nossa Senhora lhe aparecera, o curara e lhe havia dito ser aquela a Casa onde se dera a Encarnação do Verbo!


O Governador da região, desejando esclarecer o assunto, determinou que fossem enviados quatro emissários à Terra Santa. A finalidade de tal expedição era verificar se realmente a Casa de Nazaré havia desaparecido de seu local originário, se as medidas da casa concordavam com as dos alicerces que restavam na Terra Santa, etc. Os ditos emissários voltaram confirmando todos os dados: a Casa que aterrisara na Dalmácia era a mesma na qual vivera a Sagrada Família em Nazaré!


Mas não era este o local escolhido pela Providência para fixar definitivamente a Santa Casa. Transcorridos três anos, ocorreu novo milagre: a Casa de Nazaré voltou a se elevar nos ares e tomou a direção da Itália, sobre as águas do mar Adriático.


Assim, em 10 de dezembro de 1294 apareceu ela em território italiano, junto a um bosque de loureiros (de onde vem o nome Loreto), próximo à cidade de Recanati, região de Ancona, na costa do Mar Adriático.


"Eu não acredito nestas historias!" poderia exclamar algum cético. Para ele o milagre não pode existir, pois só aceita argumentos estritamente "científicos". Em atenção à objeção desse eventual cético, ocorre-nos apresentar alguns argumentos, que mostram ser a Casa de Loreto a mesma Santa Casa de Nazaré, onde viveu a Sagrada Família. Não se trata, pois, de convencer os que têm fé. Pois para quem acredita que Deus se fez Homem e nasceu de uma Virgem, como pode considerar irrealizável para a Divina Providência conduzir pelos ares uma casa?


1) A Santa Casa de Loreto está colocada diretamente sobre o chão, sem nenhuma fundação que lhe dê solidez; e isto, de tal modo, que se pode passar uma barra de ferro por baixo dela, de um lado para o outro.


2) A pedra de que é feita não se encontra no local. Não foi utilizada para a construção de nenhuma casa da região. Pelo contrario, na região de Nazaré esse tipo de pedra é utilizada comumente nas construções. Tal argumento é tanto mais convincente se levarmos em consideração as dificuldades de transporte de materiais de construção na época medieval.


3) O "cimento" que dá coesão às pedras é feito de sulfato de cálcio e pó de carvão de madeira, desconhecido na Itália. Igualmente a viga da porta é feito de cedro, não conhecido naquela zona da Itália.


4) Mais impressionante ainda, as dimensões da Santa Casa de Loreto correspondem exatamente às das fundações que ficaram abandonadas em Nazaré...


Como explicar tantas concordâncias? Seria mera coincidência?

Fonte do texto: http://www.catolicismo.com.br

5 comentários:

  1. Ola! Sou mecânico aeronáutico e curioso (sempre) pela aviação.
    Conheço pouco Londrina, mas tenho saudades dessa terrinha vermelha e hospitaleira.
    Conheci o aeroporto quando era pequenino e fiquei com saudade daí.
    Sou administrador do blog http://mecanicoaeronautico.blogspot.com e gostaria de intercâmbio, opiniões e ideias.
    Parabéns pelo site.

    ResponderExcluir
  2. Acho que Loreto fica um pouquinho mais distante de Londrina, mas tudo bem!

    ResponderExcluir
  3. NS. DO LORETO - MINHA AEROMOÇA,SUA PRESENÇA NA CABINE DE COMANDO FAZ COM QUE EU TENHA O MESMO NUMERO DE DECOLAGEM E POUSO.

    ResponderExcluir
  4. Joao 5,31 Errais por nao conhecer as escrituras.. amigos , desculpa mas voces parecem bastantes religiosos... alguna de voces leem a biblia..? com certeza nâo leem.. è uma pena.

    ResponderExcluir
  5. Lá vem esses protestantes querendo se fazer de teólogos, conhecedores das verdades de fé... haja paciência.
    Nossa Senhora de Loreto, rogai por nós!

    ResponderExcluir

Gostou do artigo??? Detestou? Dê a sua opinião sobre o mesmo.