Google Website Translator

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Clarence "Kelly" Johnson: um senhor engenheiro

Clarence Leonard "Kelly" Johnson foi durante muito tempo o engenheiro-chefe da Lockheed, e o mais talentoso e mais prolífico engenheiro aeronáutico de todos os tempos.
Nascido em 27 de fevereiro de 1910, Kelly Johnson ingressou na Lockheed quando terminou seu mestrado, em 1933, por um salário de US$ 83,00 por mês. O primeiro projeto no qual participou foi o do avião comercial Lockheed 10 Electra, no qual propôs várias modificações importantes, resolvendo um problema fundamental de instabilidade direcional.
Daí em diante, sua carreira na Lockheed deslanchou, e viria a ter em seu currículo cerca de 40 projetos, entre as quais as mais fascinanantes aeronaves já fabricadas:
  • Lockheed P-38 Lightining
  • Lockheed 12 Electra Junior
  • Lockheed 14 Super Electra
  • Lockheed PV-1 Ventura
  • Lockheed P-80 Shotting Star (primeiro caça a jato operacional americano)
  • Lockheed Constellation/Super Constellation
  • Lockheed F-104 Starfighter (caça Mach2 que bateu vários recordes de desempenho)
  • Lockheed P2V Neptune
  • Lockheed C-130 Hercules (um dos melhores aviões cargueiros do mundo)
  • Lockheed TR-1/U-2
  • Lockheed YF-12/A-12/SR-71 Blackbird (aeronave Mach 3)
  • Lockheed F-117A Nighthawk (primeiro avião "invisível")
Kelly Johnson chefiou por muito tempo o "Skunk Works", divisão secreta da Lockhhed encarregada dos projetos mais ousados jamais criados na história.
Para testar a seu avião espião U-2, Johnson iniciou, a pedido da CIA, Central Inteligency Agency, a construção de uma base aérea secreta, Groom Lake, em uma área remota do deserto de Nevada, que posteriormente passaria à história como "Área 51", uma das instalações militares mais secretas e misteriosas do mundo e alvo de muitas especulações relacionadas a possíveis alienígenas.
A carreira de Johnson na Lockheed durou mais de 40 anos, ele se aposentou oficialmente em 1975, mas continuou prestando consultoria em todos os projetos da Lockheed até 1980. Faleceu em 21 de dezembro de 1990, com 80 anos de idade. Kelly Johnson casou-se três vezes e ficou viúvo por duas vezes.

Foi o engenheiro aeronáutico mais condecorado da história.

Um comentário:

  1. Muito interessante! Excelente resumo da carreira do Kelly Johnson, um expoente da engenharia aeronáutica. As ilustrações também estão ótimas. Grato por compartilhar.

    ResponderExcluir

Gostou do artigo??? Detestou? Dê a sua opinião sobre o mesmo.